O patinho tavu na lagoa... O Menininho tavu na canoa... Se eu fosse uma brabuleta.... Pegavu ele e butavu na maleta....

4/27/2009

Tormentos em Pensamentos



Eu, as vezes, fico pensando no que vale as histórias criadas entre as pessoas, vividas e vivenciadas e depois esmorecidas sem um fim concreto... tipo, eu fico buscando sentido nessas coisas sem uma precisão, uma conclusão ou um desfecho.

Sabe, eu me lembrei de uma vez que passei uma tempo num hotel fazenda em Minas e, lá, conheci um guri mais ou menos da minha idade na época e, juntos, fizemos muita merda! Eu cheguei no hotel achando que ia morrer de tédio e, comecei a andar por lá e vendo as coisas que tinham lá e não sentindo nada.

Uma hora virei uma esquina e dei de cara com aquela cara sapeca e doida, super entediada, exatamente como eu. Foi como se eu tivesse dado de cara num espelho e, os olhos brilharam, os quatro olhos ficaram aliviados com a sensação que estávamos salvos e, o hotel estava perdido!!!

Pois assim foi feito... arrumamos muita merda, perdemos o controle das situações, fugas de animais aconteceram, pessoas putas, gente desesperada, descontrole, insanidade, gritos, confusão, enfim, tudo q faria duas crianças realmente felizes...

Um momento, paramos enfrente a TV e vimos um comercial de cigarro longo, que contava uma história, como um filme, e tocava uma música "love'n you" - acho q era esse o nome, e, esse foi o momento que ficamos quietos... só olhando... calmos, e, quando acabou, nos olhamos. Um tempo e ele disse:

- Po, isso parece um filme né?

- Legal isso... - eu respondi ainda meio abestado com o comercial

Um tempo se passou e ele então disse:

- Vamos fazer merda!?

E fomos...

Claro que uma hora a mãe dele o levou pro norte e a minha pro sul pra que pudéssemos não destruir o planeta... eu continuei, ele deve ter continuado, não sei, pois nunca mais vi. Porém, sempre penso, será q era só isso mesmo? Será q não tínhamos que estar destruindo tudo?! será que é só isso mesmo?!

Fluiu... e, eu não tenho certeza nem se eu já não encontrei esse guri de novo, pois nem me lembro da cara dele... só da energia. Essa eu sempre encontrei por aí, essa energia doida de diversão e montanha russa!!! Essa eu sempre encontrei...

4/23/2009

SALVE JORGE



Jorge sentou praça na cavalaria
E eu estou feliz porque eu tambem sou da sua companhia
Eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge
Para que meus inimigos tenham pés, e não me alcancem
Para que meus inimigos tenham mãos e não me toquem
Para que meus inimigos tenham olhos, e nao me vejam
E nem mesmo um pensamento eles possam ter para me fazerem mal
Armas de fogo, meu corpo nao alcançarão
Facas e espadas se quebrem, sem o meu corpo tocar
Cordas, correntes arrebentem, sem o meu corpo amarrar
Pois eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge
Jorge é de Capadócia,
Salve, Jorge! salve, Jorge!
Salve, Jorge! salve, Jorge!
Salve, Jorge! salve, Jorge!

(Caetano Veloso)

4/03/2009

Feio isso?



O lance começa doido mesmo, e depois vai se chocando com realidades muito surreais, porém, com lições muito fortes sobre os acontecimentos de uma vida...

Trata-se de dois caras super amigos e uma guria em comum, pois um dia, pra poder causar conflito a guria falou pra um dos caras q ja tinha saido com seu amigo. Que trazaram e tudo e contou detalhes estranhos e muito íntimos!

Nesses detalhes contava uma tatoo num lugar obscuro q o amigo mesmo, nunca havia visto e, com ciúmes perguntou ao outro se existia uma tatoo... Eis que a resposta foi positiva, e tranquila, e com um, "como tu sabe disso?"

Foi então dito como se soube disso e, o grande espanto... "Como ela sabe disso? Nunca tive com ela!!!" E o medo se mixou com o ciúme, como tinha tanta coragem de mentir assim!? e foi dito, "coloque-a aqui, na minha frente que verás quem mente pra ti..."

Então ela confessou ter mentido, depois de presenciar um ato de fúria inacreditável e ele falou que a tatoo existe mesmo e ela disse que havia inventado isso também!!! E não acreditava na coincidência ao ponto de pedir pra que fosse mostrada a tatoo, e que ele estava mentindo, não poderia existir tal tatoo e justo a ilustração que ela havia dito?!?! Não tem como, seria como acertar na loteria sozinho!!!

Ele então mostrou a tatoo e ela existia!!!

Como soube? Como não rolou? Quem engana quem aqui!?!? Tudo foi desfeito naquele momento, romances, amizades e jamais saberíamos da verdade... Só se sabe de uma coisa, um amor não duraria mais do que uma triste coincidência. Feio isso, não?