O patinho tavu na lagoa... O Menininho tavu na canoa... Se eu fosse uma brabuleta.... Pegavu ele e butavu na maleta....

7/27/2007

Super Vale Ir ver ISSO!!!,



No dia 10 de Agosto, às 5 da tarde (17 horas) em ponto, Servio Tulio, Glauco Baptista, Luciana Lazulli, Fábio Cavalieri e Paulo Diniz estarão apresentando o show de canções de cabaret SOM & FUMAÇA no ESTÚDIO SINFÔNICO da RÁDIO MEC no Rio de Janeiro dentro da programação da série SALA DE CONCERTO produzida por Lauro Gomes.

O espetáculo terá ENTRADA FRANCA e será transmitido ao vivo pela emissora.

RÁDIO MEC
PRAÇA DA REPÚBLICA N. 141 A (Ao lado do Arquivo Nacional) no Centro.

SOM & FUMAÇA
Canções de Cabaret, Revistas Musicais e Filmes alemães

com
SERVIO TULIO (voz)
GLAUCO BAPTISTA (piano)
Luciana Lazulli (voz)
Fábio Cavalieri (contrabaixo acústico)
Paulo Diniz (bateria e percussão)
Edil Carvalho (legendas)

SOM E FUMAÇA
(Schall und Rauch).

Com esse nome ficaram conhecidas as apresentações e performances dos artistas de um dos primeiros movimentos de cabaret alemão reunidos em torno da figura de Max Reinhardt no início do século XX.

SOM E FUMAÇA também é o título escolhido para este novo show da dupla Sérvio Túlio (voz) e Glauco Baptista (piano), que reúne em seu repertório canções dos compositores que mais se destacaram nas esfumaçadas noites da Berlim das décadas de 20 e 30.

Neste recital, Sérvio Túlio e Glauco Baptista interpretam e reverenciam a arte, a poesia, a sátira sofisticada das letras e melodias de ícones do movimento de cabaret alemão como Friedrich Hollaender, Kurt Weill, Bertolt Brecht, Mischa Spoliansky, Robert Gilbert, Peter Kreuder, Norbert Schultze e Werner Richard Heymann.

As criações desses artistas atravessariam as fronteiras dos clubes noturnos de Berlim alcançando os palcos e telas de cinema, defendidas e imortalizadas por estrelas como Marlene Dietrich, Josephine Baker, Kurt Gerron, Lotte Lenya, Curt Bois, os Comedian Harmonists e tantos outros.

Um repertório único e especial. As canções serão interpretadas no idioma original (alemão), com projeção de legendas traduzidas simultaneamente em português.

7/13/2007

Le Chanson des Prévert
Serge Guensbourg



Oh je voudrais tant que tu te souviennes (Oh, eu queria tanto que vc se lembrasse)
Cette chanson était la tienne (Essa canção sempre foi a tua)
C'était ta préférée (Era a sua preferida)
Je crois (Eu acho)
Qu'elle est de Prévert et Kosma (Que ela é de Prévert e Kosma)

Et chaque fois les feuilles mortes (E essa é a vez das folhas mortas)
Te rappellent à mon souvenir (Te chamo novamente a minha lembrança)
Jour après jour (dia apois dia)
Les amours mortes (Os amores mortos)
N'en finissent pas de mourir (E não param de morrer)

Avec d'autres bien sûr je m'abandonne (com outros certamente eu me perco)
Mais leur chanson est monotone (Mas esta canção é monótona)
Et peu à peu je m' indiffère (E pouco a pouco me é indiferente)
A cela il n'est rien (Isso nada pode mais)
A faire (fazer)

Car chaque fois les feuilles mortes (pois eis q é a vez das folhas mortas)
Te rappellent à mon souvenir (Te chamo de novo a minhas lembranças)
Jour après jour (dia apois dia)
Les amours mortes (Os amores morrem)
N'en finissent pas de mourir (Não param mais de morrer)

Peut-on jamais savoir par où commence (Portanto jamais soube por onde começar)
Et quand finit l'indifférence (E quando acabar a indiferença)
Passe l'automne vienne (Passa o outono e vem)
L'hiver (O inverno)
Et que la chanson de Prévert (E aquela canção de Prévert)

Cette chanson (Essa Canção)
Les Feuilles Mortes (As Folhas mortas)
S'efface de mon souvenir (Se apaga das minhas Lembranças)
Et ce jour là (E nesse dia)
Mes amours mortes (Meus amores mortos)
En auront fini de mourir (Procurando parar de morrer)





Ainda tentando entender o amor e suas caixinhas e afins...
Nossa, isso não sai da minha mente!!!

7/11/2007

Ainda Sobre o Amor, uma história de ficção infundada

Pois eu tinha um amor, era lindo, deixei com a emprega e ela o quebrou... era lindo sim, tudo bem, não era aquele amor, mas eu o amava, era meu amor, e ela quebrou... e minha sorte foi que cheguei bem na hora de vê-la colhendo os cacos do meu amor espalhado pelo chão, se não, ela não ia nem me contar que quebrou meu amor, ia jogar no lixo e se fazer de sonsa...

Eu lembro até hoje, eu lá... parado olhando pra ela, ela agachada com os cacos numa pá suja... nossa, meu amor numa pá suja!?! Ela olhando pra mim, que raiva... “Minha filha, tu quebrou meu amor?!?” Ela lá, olhando pra mim com uma cara de idiota... Essa empregadas de hoje em dia não tem coração... Não tem não...

Sendo assim, acabou meu amor... quebrou...

Eu tinha um amor sim. Tudo bem que não era assim um grande amor, mas era meu amor... mas a empregada fez o favor de quebrar... agora já era... sem amor... bem, claro que vão me dizer montes, tipo: “quem mandou deixar seu amor com a empregada!” bla bla bla... mas já foi!

Bem, vou fumar um cigarro e já volto...

Tytuł: Kontrabas

Wykonawca: Blue Cafe

Wyświetleń: 349


I SEE IT FADES AWAY
YOUR TOUCH
YOUR KISSES

I’M GETTING BLIND
CAN’T SEE THE STARS
YOUR MISTRESS

IT HURTS ME
TO MISS
YOUR KISSES

BUT I STILL
SEARCH FOR
YOUR SWEET LIPS

IT’S FADING AWAY
BUT I STILL NEED YOU
TOUCHING ME KISSING
CARESSING ME
FADING AWAY BUT I STILL
NEED YOU TAUCHING
SO BLUE IS THE SKY
I MISS THAT GUY
I MISS HIM

7/08/2007

Sobre o Amor e sua caixinha



Simples assim, não sinto nada e isso é simples assim, mas eu olho em volta e vejo gente e tudo parece ser sensível de mais... O amor é isso aí, eu sei, mas é tudo tão posado pra revistas... só que tem horas q um ou outro escorrega dentro de suas poses e assim revela-se o dia que uma pessoa estava dentro de uma caixinha... porra, tudo fica tão macio em mim. Uma carta, uma história e tudo ficou extremamente macio em mim...

O amo não é simples assim... mas tá ai. E tua alma não pode ficar livre... só que tu pode se iludir... a solidão é proibida mesmo!!! As pessoas acham que não querem ficar sozinhas, mas na verdade a solidão é proibia...

É importante que sua alma seja presa em uma caixinha... mesmo se a pessoa dona da caixinha não saiba muito bem o que fazer com ela...

E o amor é isso aí... Simples assim...

Como um beijo que eu te dei enquanto tu achava q'eu só estava de escutando, entende? Foi onde suguei sua alma pra minha caixinha... sem saber bem o que fazer com ela.

7/05/2007

Tá Entediado?!



Antes de se matar, pense nisso...

http://www.leekspin.com/

ou melhor, não pense em mais nada

isso sim, forma cabeças de vento!!!

ÓTIMOOOOOOOOOOOOOOO!!!