O patinho tavu na lagoa... O Menininho tavu na canoa... Se eu fosse uma brabuleta.... Pegavu ele e butavu na maleta....

9/29/2005

Depoimento do Rei dos Pampas Cyberneticos






A frase desse maluco me lembrou um momento que se passou comigo e acabei meio sem graça. A P. me ligou e ficou falando enquanto eu mexia na terra. Aí eu fiquei brincando com uma minhoca e falando com P. até que a minhoca - sei lá porque - me fez rir e exclamar: "Eu adoro minhocas!"

P - Eca... Você comeria uma minhoca?

Eu - Pó, como assim? Tudo que eu gosto eu tenho que comer? Eu disse que eu adoro as minhocas, por isso as quero vivas, uai!?!

Ainda falando em bichos, hoje vi uma coisa que me fez meio doido.



Eu descia no elevador pra encontrar a R. e vi uma coisa estranha na fórmica... eu cheguei perto e pude ver q era uma maripozinha... e, pasmem, ela estava sentada como um cão!!!

Só não abanava o rabo porque não tinha, mas eu sinto que vi uma lingüinha pra fora... Falei com ela; tipo, a senhora sabe que é uma maripozinha? (Meu elevador não tem câmera escondida) Mas ela continuou sentada nas quatro patinhas traseiras como se eu que não soubesse nada de como as maripozinhas se comportam.

Como eu ia ver a R., achei que era isso mesmo e fui...

"Pô, Sóter, v. não deixa nem a pobre da mariposinha cagar em paz? Cê nunca viu um cachorro cagando não, ô seu prego? Pois então: a mariposa faz igualzinho. No meu livro, intitulado "Correlação intestinal entre cães e mariposas", eu disseco tudinho; tá lá, tintim por tintim. A única diferença merecedora de nota, é a de que o mosquito que orbita o foricular do inseto em pauta, é muito menor, claro. Vou te mandar um exemplar autografado. Beijo do Thim (mas é beijo de Vicking, daqueles bem machos mesmo)." - Thimóteo Rosas

9/25/2005

E-mail&Resposta



mensagem original


Oi Galera!!!

Estou aqui pra convidar vcs que tem animais e os amam,
a participarem de uma comunidade muuuuito fofa
"Meu Animal é Membro da Família" . O link é:

BláBláBlá

Se já está na comunidade ou não gosta de animais obrigada
e ignorem essa MSG.

(\__/) BJKS
(=':'=)
(")_(")

(`' .¸(`' .¸ ¸. '´) ¸. '´)
««`' .¸.¤ Rô ¤.¸. '´»»
(¸. '´(¸. '´ `' .¸)`'  .¸)


Resposta


eu como animais, guria, não os teria na minha família... só na minha geladeira, ou no forno.

9/24/2005

Quem me Deraaaaaaaaaaaaaaaa!!!!



M. diz:
Vc tá aí?
Eu SOU POP!!! diz:
oi M.
M. diz:
Oiii!! Me fala, o q é esse desenho q eu não entendi.
Eu SOU POP!!! diz:
qual? Esse daqui?
M. diz:
o q tá lá no batatada
Eu SOU POP!!! diz:
é uma palhaçada q eu fiz com a minha cara
M. diz:
mas ... ih, comi mosca. Eu entendi q vc ia colocar na capa do disco do Roberto Carlos.

Imagina só, eu capa do Disco do Rei!!! Imagina só!!! Nossa... to flutuando aqui!!! Melhor que sair na Capa da Vogue Japan!!! Melhor q sair na capa da Revista HE, inglesa!!! Imagina só!!! Eu, besta para sempre... QUEM ME DERAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!

9/22/2005

Some Times...



Não, não vou colocar a letra da música que a Nica Costa cantava quando era bebe aqui, apesar de achar aquilo uma fofura... não pela música em si, mas por ser uma bebe cantando, os bebes me emocionam muito...

E é disso que quero falar aqui, hoje... desse não por isso e sim por aquilo. Eu redescobri o Moby, e sei que estou atrasado nesse projeto que as pessoas já até meio que se livram de seus cds.

Fazer o quê? Ando ouvindo o Moby - sem saber que o era o Moby - desde que voltei e sentei aqui na minha casa novamente como um eco de momentos vividos intensamente... E digo, procurei o Moby no Morsheeba, pois uma grande e literalmente deliciosa amiga, hoje, canta no Morsheeba e eu achei que era o Moby, e que lá estava "In This World" - música essa que conga na minha memória afetiva recente e que me faz até sentir gosto na boca... - que só agora sei o nome... pois até então só sabia que existia como algo longe e baixinho ecoando na minha cabeça de vento do sul...

Pois é isso, redescobri o Moby, não pela música propriamente dita - nem que a música também não seja lá grande coisa, pois ela é - mas pela deliciosa sensação de estar debaixo d'água, em chuvas torrenciais, como um anfíbio estaria, sem que nenhuma gota venha a cair do céu... sei que sou um "K-fona" por descobrir esse projeto só agora - ou mesmo redescobri - mas a muito tempo que ando e cago pro tempo...

É, às vezes é preciso sentir um pouco, pois nem tudo na vida a gente explica...

9/21/2005

Lançando CDs



Eu me senti assim:

"sou uma fita velha grande e gorda rolando e rodando"

Quando escutei a primeira música q durou uns 6 minutos, mas você pode ter sua experiência...

Click aqui e Atreva-se



Segundo LP, o autor do som aí, é pra se escutar relaxando...

"vou retomar minhas gravações hipinoticas e minimalista, beijos e muito obrigado!" - LP

Eu sou POP!!!




Quase a capa do Disco "A Montanha" do Rei Roberto Carlos!!!
Sou Eu mesmo... EU SOU POP!!!

9/19/2005

O PatoPOP




Não deu velha.... eu ganhei " \" !!! eheheheh

http://www.netdisaster.com/go.php?mode=vomit&url=http://batatadapatetica.blogspot.com/
tanta beleza incomoda, ô meu! - Dona Esther


ADOREIIIIIIIIIIII!!!! ADOREI!!!!!!!! ADOREI!!!!!!!!!!

Mil vezes melhor como era antes



"UN BENE COSI CARO" (Algo tão amável) - Dio come te amo


Passei boa parte da minha vidinha achando que essa dona falava "UM BEIJO E UM CIGARRO"... achava mais legal a minha versão...


9/18/2005

Intermezo



Na verdade era ela de um lado - linda, branquinha como nuvem, magra e com um desenho antigo, como um camafeu - ele do outro - já bebinho, mas ainda mais charmoso, brilhante de tão loiro e com olhos sonolentos e voz facinante - e uma mesa, entre eles...

Mas era apenas um botecozinho, chovia a cântaros e mesmo assim, nada era tão romântico assim que fizessem que eles - mais ela - se virem juntos. Mas ele tentou, chegou a pedir, implorar, e até se arrastar por um beijo... Mas ela não, ainda fria como um dia no inverno russo, se manteve elegante e recusou a tudo.

Ele sofreu - com ressalvas - mas sofreu... me usou muito como interlocutor de sua dor. Enquanto ela se espalhava em risos, se derretia aos elogios e dizia não com charminhos e frases complementares que só ressaltava sua esperteza. Eu tentei ajudar dizendo a ela:

- Nossas, vocês dois parecem ter vindo da mesma época, tempos distantes... vocês combinam muito. - juro que não falei só pra agradar. Me era caro ver aquele casal, cinematográfico, aos beijos numa catarze amoroso digna de final de novela. Com chuva e muito brilho, sim, eles brilhavam em suas existências claras, ela como nuvem de algodão, ele como barra de ouro. (não pelo valor, e sim pela luz branca e amarela).

Mas ela respondeu-me assim:

- Apesar de minha aparência antiga, sou uma mulher moderna, vim aqui para experimentar os novos tempos, fazer um intercâmbio de épocas. - e logo após, as risadinhas de todos na mesa, inclusive dele, que além de apaixonado, era brejeiro como só ele mesmo.

Pois é, conclusão que me veio: faltou o clima... faltou o tempo... o mundo esfriou, entende? Mesmo com o calor dessa cidade úmida, o mundo, esse esfriou muito.

9/15/2005

A Pedidos



Eu e Raqk falávamos de nossos sonhos aí, ele me disse: "Cara, escreve isso..." - Bem, então tá, né?

Na verdade eu, L. e F. entramos em um quarto que tinha paredes e, ao invés de chão, era um riacho cheio de pedras e que ficava totalmente na sombra - não tinha luz, a iluminação vinha de umas das paredes caídas - das plantas e musgos espalhados pelo lugar.

Então, assim que passamos da porta, entramos no riacho pisando em pedras, pulando pedras e ficamos numa ilhota de pedra, olhando o riacho, viajando no ambiente...

Eu olhei pro canto da parede derrubada e vi uma enorme pedra vindo em nossa direção. "Pedras não se mexem" - pensei e por isso comentei com as meninas.

- Engraçado, eu tinha reparado isso também, - disse a L. - e o que achei estranho é que tem uma cavidade ali que se abre aos poucos, repararam?

- Meu Deus! - disse F., muito nervosa - Aquilo é uma lesma enorme!!! E ela vem encima da gente!!!

O Pânico tomou conta dos três e nos atrapalhamos muito na tentativa de fugir, caímos, escorregamos e, por fim, acordei com a enorme boca da lesma engolindo bem próxima de minhas pernas e a F. berrando.

Acordei!!! Eram sete da manhã aqui em casa... o quarto tava gelado. Tentei me cobrir e dormir, mas tudo recomeçava do berro de F. e da enorme boca da lesma que mais parecia uma pedra pontuda.




As oito horas, o cd começou a tocar - é meu despertador - "Kiss, Kiss me" com Merilyn Monroe... quase uma canção de ninar bem romântica... o efeito foi o contrário. Acalmei, dormir... fui...

9/14/2005

Tem Um Gato Na Janela



Chuchu! Olha a janela!!!
Deus respirou aqui pra gente poder desenhar nela, lembra quando tu eras pequenina, chuchu? Que nem andar podia, ainda em sua terra, nós tínhamos sempre baforadas de Deus na Janela.

Aí a gente desenhava nela...
Vou te fazer um gato, que estará aqui, bem encima do parapeito da grade, pode? Olha lá! Aí esta o gato de Alice, chuchu. Vai ver, ele dá um recadinho e aparece em outras bandas dessa casa... OH! Olha ele ali na cristaleira!!! Espertinho, quer nos fazer de bobo...

Olha Chuchu!!! Ele ta sumindo!!! Indo embora com o vento e a luz... Que medo, Chuchu.
Pronto, já se foi de vez.


9/13/2005

Atores Fascinantes Entram em Cena Pra Vocês, sabiam?



Bem, esse cara - Pablo Blois - é um dos grandes atores q já trabalhou comigo. O talento dele é singular e ele é muito divertido e apaixonante em cena. Graças a ele aceitei um trabalho q nâo aceitaria por grana nenhuma nesse mundo. Só peguei pq ele tava no elenco e pq o assisti interpretando e, nossa, fiquei muito sem graça até de ir no final da peça cumprimentá-lo de ´tão abobalhado ele me deixou. Um grande ator mesmo e, esse texto q eles estão montando "Lisistrata" (greve de Sexo) é engraçado de mais e pertence a excelente comédia grega q - ao meu ver - é muito superior à tragédia.
Bem, tai a dica. Espero q vcs tenham a oportunidade de ver o Pablo Blois em cena e passem algum tempo da vida de vcs se divertindo muito com um ator q já me encantou muiiito!!!

Grande Abraço




Galera,

Eu vou participar de uma peça de teatro que vai entrar em cartaz
dia 17 de
setembro as 20hs no teatro de arena da UFRJ(Urca)
Quem quiser saber mais sobre a peça entra no site

www.grevedesexo.com.br

Por favor divulguem

Pablo Blois

9/12/2005

Se faz necessário.



Eu tenho que matar meus amigos, aí sim, posso me candidatar... Os meados de uma conversa no MSN com LM me faz ver que a lista eliminatória se faz necessário... Uma queima de arquivinhos básica.


Eu diz:
eu nunca me vestia igual a uma carpideira de velório, seu retardado

LM diz:
sai do armário rapa! Pega aquele, sobretudo preto.

Eu diz:
eu hem
eu só uso ele na Europa e no inverno

LM diz:
só se for em Jurujuba? a aquela maluca ainda lava seu salame?
foi salame ou lingüiça q ela disse q lavava? Rs

Pausa para esclarecimentos; Pois eu LM e B nos encontramos - há bastante tempo atrás - numa chuva desgraçada e estávamos esperando a chuva passar nas Barcas quando uma dona parou e veio até mim com essa conversa q'eu e ela freqüentávamos a mesma ala de um hospício aí e que ela lavava minha lingüiça (ou salsicha) e eu lambia a "sei lá o que" dela... Isso no meio da rua.

Ah, todos falavam - nessa época - que eu andei internado em Jururuba por conta de escrever um cartão dizendo que Paris era igual a Niterói... eu achei mesmo, o astral é bem igual... mas... Enfim, essa maluca parece q veio confirmar isso, parecia até pegadinha.

Eu diz:
como ela chamou a parada dela? isso eu esqueci mesmo

LM diz:
só esquece o q te convêm
depois disso ainda deu 1 beijo no mendigo da barba melequenta.

Segunda e necessária pausa: Então, sabe isso que ele escreveu... então, foi quase bem assim... A mulher resolveu colocar os caras no mesmo hospício, aí, eles resolveram enfrentar a chuva e deixar a maluca. Eu fui também e quando viramos a esquina... putz... ai de mim!!! Dei de cara com um cara nojento e todo encatarrado que tentou me dar um beijo!!! Eu fugi com milésimos de segundos, mas, te juro, senti (na imaginação) o gosto daquele catarro na barba do maluco... ui... passou muito perto... Essas coisas acontecem muito comigo, eu atraio maluco.

Eu diz:
ecaaaaaaaaaaaaaaa
isso sim é um passado obscuro

LM diz:
lembro da barba do mendigo? rs

Eu diz:
Claro... q nojo

LM diz:
depois ainda foi no bobs, parou a fila juntando moedinha por moedinha pra comprar 1 sundae e ainda pediu caprichado! rssss

Eu diz:
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
q ódio!!!!!!!!!!!!!

LM diz:
aquele dia foi engracado
tudo em seqüência

Sendo assim, concluo que devo primeiro matar meus amigos, depois me candidatar ao cargo, não?

9/11/2005

It's behind the my control



O engraçado é que quem controla é ela...

Ela sabe exatamente o que quer e quem serve pra que, e isso me provoca! Provoca meu lado subversivo e é uma batalha frenética pra conseguir o que quero. E eu sei o que quero... como sei.... eu quero fazê-la nana!!!

Nada que faço adianta, eu coloco músicas lindas e suaves, eu canto pra ela, mas ela sabe que eu não sou pra isso e não estou no meu posto... Sou o tio, que leva pra sair na rua e deixa-a correr no calçadão da praia e chutar os pombos. E que deixa ela comer bobagens escondido. E que faz bagunça, canta músicas malucas, faz os bichinhos adquirirem vida e conversar com ela... Sou o dono do teatro de patinhos!!! E nada mais!!!

Como me irrita!!! Quando era minúscula, eu a ninava nos meus braços e ela desmaiava, se entregava a Morfeu e era eu, justamente eu a abrir o portal dos sonhos, era eu!!! O que mudou?!

Hoje, me fez carregá-la até a cama de Dona O., me fez fechar as cortinas e ligar o ventilador - hoje está bem quente - me vez aprumar os travesseiros - aí, quando eu penso que cheguei perto de mais - me vez chamar a vó dela! Assim que a vó chegou, ela me olhou e disse; "Tau Iu!" (traduzindo, Chau Tio!)

È a vó que pode fazê-la dormir!!! Só a vó tem a chave do portal dos sonhos dela... Mas eu a tinha também, eu tinha essa chave... - desolado - onde foi que perdi... onde? Destronado, completamente destronado...



9/07/2005

Por Amor



Nunca matei por amor, mas aprendi a comer pimenta por amor... eu contava essa história pra V. e resolvi escrevê-la aqui. Trata-se do meu amor por um vegetal... uma pimenteira.

Antes de D. entrar aqui em casa com uma pimenta linda e vermelhinha, eu dizia que pimenta era comida de idiota. Deus me livre comer aquilo, achava uma bosta de um tempero que não servia pra nada. Mas, assim q peguei aquela pimenta, não sei por que cargas d'água, abri a paradinha e taquei os caroços numa terra de um vazinho... Nasceram várias mudinhas e vieram lindas, separei todas e só uma foi que foi. Cresceu linda e virou uma pequena árvore hiper elegante que, rapidamente, se encheu de flor e de "frutos" (pimenta é fruta? Parece vage, ou seja, um recipiente de sementes). Nossa, parecia uma árvore de natal. Bela, verde e vermelha...

Eu então, comecei a colher as que caiam e, sem meio q saber o q fazer, eu as comia. O amor começou aí... que ardor, que calor... e o aroma então, sai colocando na comida, nos molhos e até no brigadeiro uma foi parar... que delícia.

Mas hoje, eu luto com minha arvorezinha, para que ela não morra de uma vez, está doente, com as folhas enferrujadas e já adubei a terra de tudo quanto é forma. Converso com ela - numa de emanar hidrogênio, quase uma respiração boca a folha - e namoro muito a coitadinha. Coloco casca de ovo na terra, mas ela não parece animar muito não. Tenho em mim que ela vai embora e que nunca mais estarei com suas pimentinhas a arder minha língua. Sei, é a vida... cruel, mas bem charmosa.


Ai.. Que lindo! Vc não é o primeiro nem o útimo a achar que sua pimenteira morreu!
Pode ficar tranqüilo que vc vai voltar a sentir sua língua ardendo da pimenta mais apimentada!!! Deus não seria tão bom de te poupar disso!
- Shirley Rox


9/03/2005

Putas Fever!



Eu fui a uma festa ontem, Deus!!! Muito Obrigado!!! Eu, RacK e Shirley... trinca foda, gente foda, DEUS MUITO OBRIGADO MESMO!!! Foi foda!!! Adorei muito, cantem em caraoque, berrei, dancei muita coisa, pulei, assisti o show do LatindO, adorei a figura tosca... ri muita coisa e, no meio disso teve um Show de Putas (literalmente) mas abestalhado que já vi na vida, era de uma patetice q dava vergonha e, por isso, foi ótimo!!! Eu nunca vi nada tão "sem apelo sexual" em toda minha vida.

E é disso que quero falar: As duas "mocorongas" subiram no palco - elas eram pateticamente ótimas!!! - e começaram a dançar a ridícula música q'um pretenso DJ de lojas do Saara (O L. é uma BOSTA!!) tocava.... Mui sem noção, as Putas se sacudiam pra lá e pra cá sem meio que saber o que deviam fazer... isso durou horas até que o P. - produtor da festa-bagaça - entrou no palco e saiu se esfregando nas Putas, tirando a própria roupa num puta apelo a razão... SURTOU!!! Sabe aquelas cenas que não da nem pra rir de tão nervoso que dá? Pois eu ri pra caralho da cara de P. Eu ri muito!!! Eu cai no chão de tanto ri da cara dele lá encima do palco olhando pra gente e tentando ser sexy...

Mas o show continuou - e deu certo a empolgação do P. - os bebuns da festa se empolgaram também e todos queriam se esfregar em PUTAS!!! SUPER!!! As Putas ficaram pilhadas e tiraram a roupa. Juro, não fazia muita diferença, sei lá porque, não mudou em nada todo o patético da situação... Aí as Gurias - umas gracinhas mesmo - desceram do palco e ficaram dançando lá com a gente, peladas e fofas!!! Éramos todos amigos e felizes... foi FODA!!!!!!!!!!!!!! A tal da "exploração ao apelo sexual" foi todo substituído por um afeto bacana e todos ficamos como Putas felizes antes dos porcos consumidores de sexo chegarem... Eu amei a energia, levei muitos tapinhas, das Putas, no traseiro e fiquei amarradão!!!

No fim, nota 1000 pra Lady Die (nome da festa) ótimo som, ótimo show e ótimo astral... se melhorar - literalmente - pode estragar tudo. E como tudo na vida tende a ficar grande, vamos aproveitar esse comecinho que ta perfeito!


9/01/2005

Iôga é difícil de mais!



Hora de relaxar, vamos nos preparando pro relaxamento... aí coloca a fitinha q começa assim:

"eu gostaria q você procurasse uma posição confortável para começarmos o relaxamento, deite-se, abra os braços e as pernas e, por favor, não escute essa fita no seu carro, pois poderá perder o controle e sofrer um acidente, agora feche os olhos..."

Meu pensamento:

"Merda! Num posso rir!! Num posso rir!!! Que eu faço, Deus, eu num posso rir!!! Vamos lá, pense em doninhas dando a bunda... não!!! Num posso rir, caralho, num posso rir!!!"

a fita:

"...vai imaginando que seu pé é uma pedra de gelo e você esta derretendo no calor..."

eu:
"You are a melt man... PARA DESGRAÇADO, VOCÊ VAI RIR!!!"

a fita:
"Agora seus miolos estão derretendo, sua cabeça, seu olhos..."

eu:
"Nossa, que relaxante, eu na Amaral Peixoto com um casaco de minque legítimo no verão, meio-dia!!! Não ria!!! Pára!!!"

... to be continued...