O patinho tavu na lagoa... O Menininho tavu na canoa... Se eu fosse uma brabuleta.... Pegavu ele e butavu na maleta....

7/31/2004

Nazistinha Style


Nunca passei por nada tão escroto na minha vida - e olha que sou rodado nas escrotidões do mundo - vivi a década de 80. Só que esse ocorrido foi o começo do fim da picada.

O caso é o seguinte; 3 guris seguiram outro na rua para enfiar a porrada nele. Isso porque ele tava usando coturno!!! O guri do coturno se refugiou no bar e, se não fosse a turma do deixa disso, cabeças iam rolar por causa de um coturno.

O mais revoltado era um guri de jaqueta laranja - acreditem se quiser, como alguém que usa jaqueta laranja pode reclamar de alguma coisa nesse sentido!? - que berrou pra dentro do bar; "Tem que ser muito homi pra poder usar visual!" - pasmem.

Abismado, fui pra casa pensando nisso e cheguei as seguintes conclusões;

- Niterói tem a primeira Gang Fashion do mundo;
- Formou-se nessa cidade de surpresas uma equipe/ONG Viva Cristina Franco!
- Aqui tem o maior público que assiste o patético programa do Glodovil.
- O mundo é gay e tem que ter bom gosto!!!
- Neguzinho está tentando imitar a People&Art e resolveu montar o Esquadrão da Moda - literalmente falando - aqui nessa pocilga!?
- Como assim, campanha do desarmamento?! Cadê a polícia pra não deixar você apanhar pelo seu "mau gosto"*!?

Enfim, como em Niterói homens ditos sem estilo apanham no meio da rua de gungs de custureiros enfurecidos - isso porque não existe policiamento adequado - resolvi parar em casa. Chega disso! Um dia ainda volto a morar em Campo Grande MS! Lugar de onde eu nunca deveria ter saido...

*nota de chulé de blog
Realmente houve uma falha aí, e se não fosse gente como a Shirley passaria desapercebido... onde está "mau gosto" lê-se "suposto mau gosto"

7/27/2004

Tenho minhas dúvidas!


Tenho pensado muito nessa coisa de futuro do Planeta, e não chego à conclusão nenhuma... são só pensamentos passando e eu vendo e vendo... Mas não quero concluir nada, só ver. Já ta de bom tamanho.

Tem muita gente que pensa nisso quase que o tempo todo, e não soluciona nada. Mas o futuro vem vindo e eu vejo projetos enormes que fazem estradas de milhões de altitude, preservando florestas e ligando o mundo, descartando a idéia de voar. Vejo cidades dentro de bolhas com filtros de ar, com cuidados perante a atmosfera... Vejo casas pequenas e confortáveis, como colméias para que todos tenham um teto onde dormir, e as partes comuns, como sala e cozinha não existindo mais... virando o computador, a rua, os restaurantes ou centros alimentares - como me foi dito - o centro de higiene corporal - prevenção e saúde para todos - o campo de esporte e laser... e seja lá o que for mais. Vejo tudo sendo sem nenhum valor financeiro, não existindo mais o dinheiro, o status e o poder. Profissões se modificando, conhecimento sendo distribuído e muitos seres inteligente por aí. Vejo os rituais se convergindo, se mesclando e se tornando único e saudável. Um Planeta mais verde do que nunca. Uma linguagem entre seres racionais e irracionais, uma rota toda voltada pra o Planeta, pras águas e para o fundo do oceano. O espaço sendo largado de lado, sem mais nenhum interesse real...

E assim vou vendo o futuro, sem concluir absolutamente nada, só vendo. E acho que o mundo vibra assim... Só não vejo uma coisa nisso tudo; humanos - acho que isso se extingue, para o bem do Planeta.



Ainda tá muito frio... Esquenta mais!!! Posted by Hello


GENIAL!!!!

"Na verdade, nós somos originários de um planeta escuro, fétido e fumegante, da constelação de Orion, chamado Merd. Nossos ancestrais, os merdianos, vieram pra cá há milhões de anos, os tarados, e ficaram de graça com umas macaquinhas bonitinhas, mas que eram bem assanhadinhas também. Deu no que deu. Quando viram que o que tinham feito muitos merd, se mandaram, porque afinal, filho feio não tem pai. E nós como carregamos gens de merds, apenas repetimos o que nossos ancestrais faziam no pleneta deles. Que aliás, transformou-se num grande fossão. Nestas eleições, vote no Thim, pelo fim da civilização." - Thimóteo Rosas

7/23/2004

Papo de Anjo -
terceiro e último ato "Linha cruzada"


Papo de Anjos


Demônio1 - Acabo de comer um iakçoba de 3 dias. Você acha que faz mal??

Demônio2 - Vazo ruim não quebra....

Demônio1 - brigada

Demônio2 - o Fulano, aquele gay!!! Chamando frio de lixo, fdp

Demônio1 - eu sei. só não entendi a parada do frio ... Ai!! Eu gosto de frio, mas tô achando demais!! Não consigo ficar fora da cama tô morrendo de ódio porque dormi agora à noite não vou consegui dormir cedo e acordar cedo amanha... fiz o sacrifício de acordar cedo hoje para ver se conseguia dormir cedo, mas não me agüentei. vaca!!

Demônio2 - eu amoooo frio, por mim, tudo virava um congelador!!! Seria ótimo ver tudo tão frio que ninguém conseguisse mais sair de casa!!! Cama pra sempre!!! Cobertor!!!!

Demônio1 - yes!! Cama!!

Demônio2 - ahahahaha frio frio frio!!!

Demônio1 - vivam as camas!! os hedredons!! os travesseiros macios!! as xícaras de chocolate quente!!

Demônio2 - vivam!?! Ta doida?! Como assim vivam?!

Demônio1 - vivam!! Você entendeu!! Salvem as camas!!

Demônio2 - kkkkkk

Demônio1 - salvem as baleias e as camas!!!

Demônio2 - eu to rindo de doer à barriga aqui!!! Salve-me e as camas!!!

Demônio1 - yes (pensei nisso...) pensei em mim também! ip ip hurra!!! ip ip hurra!

Demônio2 - Nos lençóis macios, amantes se dão, travesseiros soltos roupas pelo chão, braços q se abraçam bocas q murmuram palavras de amor enquanto se procuram

Demônio1 - ui ui mmmm...

Demônio2 - fredo! Fredo! Fredo!

Demônio1 - ?? ip ip hurra!!

Demônio2 - voto em godo, perque lui é fredo!!!

Demônio1 - qué isso? sei lá mas tô rolando de rir

Demônio2 - kkkkkkkkkkkkkkkkk também, me empolguei

Demônio1 - acho que vou vomitar de tanto rir

Demônio2 - também, vou acordar todos as gargalhadas aqui

Demônio1 - tô respirando fundo, se não vomito o iakçoba , a única coisa que eu tinha para comer em casa

Demônio2 - que é isso? É aquele macarrão japones/chines que parece pentelho de anjo sujo de açúcar melequento e salgado?

Demônio1 - yes

Demônio2 - ah... Aquilo não estraga, não, já é estragado.

Fim/Cai o Pano

7/20/2004

Sange Puro!!!

Antonio Gades


Mas um poderoso, trilha o caminho de Sangue Puro!!! Olé!!! Amei ver esse cara dançar... Que Deus o guarde.

7/19/2004

Mesa de Lanche


Voltou acontecer comigo o que vem acontecendo desde que tenho 4 anos de idade; Me colocaram parado em frente a uma mesa de lanche!!! Eu suei frio e tentei fazer de tudo pra não dar a entender que, por mim, eu comeria tudo que estava ali, inclusive a lousa e a própria mesa. E tentei falar amenidades, pra dixavá, enquanto mastigava duzentos biscoitos com duas fatias de torta e tentava engoli-los empurrando com café preto.

Sou tarado por lanches! Não adianta tentar esconder, eu como mesmo, dou vexame. E Dona O. tem uma lista inteira guardada pra me jogar na cara das vezes que suei frio e tremi - como um viciado em heroína em plena crise de abstinência - perante a uma mesa de lanche com queijo prato, pão quentinho, manteiga, leite, café, refrigerante e a porra toda!!! Quer me fazer contar tudo? Me coloca numa mesa de lanche e fala; "se não abrir o bico, não come!" - Falo tudo!!!

Adoro lanche e hoje eu tive que me virar em seis pra não dar o velho vexame que dou desde os meus 4 anos de idade. Esses deslizes que faz Dona O. repetir sempre

Dona O. - "Parece que passa fome! Cruzes!"

E claro, essa foi à frase que ouvi quando chegamos em casa... Acabamos de chegar alias. Eu to que não me agüento... E tenho mais uma historinha indigesta na cruel lista de Dona O.

Ah! Comi mesmo! Tava tudo lá, na mesa... olhando pra mim, dizendo; "somos seu!!!" Cai no conto da sereia e cai de boca!!! Senti que todos olhavam pra mim enquanto eu fingia estar prestando atenção na conversa que, te juro, parecia que falavam em javanês! Me lembro de começar bem: sentei elegante e disse; "só vou querer um cafezinho..." Ah! Só sobrou a toalha! E quem chegava perto do meu prato ouvia um rosnado que rapidamente eu transformava em tosse... Crivado pelos olhores de Dona O., - se ela não tivesse lá, eu mordia!!!

Foi isso... Lanche me deixa sempre em maus lençóis... Jantar, almoço ou qualquer coisa do gênero não me enche os olhos... agora, por favor, não me convide pra tomar um lanche... ou melhor, convida sim! Só não repara, valeu?

7/17/2004

O Sóter é assim... 7/17/2004 5:09 AM


O Sóter é assim, sabe...
assim...
como uma gota de orvalho tremulando numa flor carmim...
e ao mesmo tempo é como uma azeitona varejada
com raiva dentro de um copo de gim...
O Sóter... O Sóter... O Sóter é assim...
quero Só ter pra mim...



Ayla Maria (orkut) Posted by Hello

"O Batatada quando leio
Rolo de rir no chão
Patolinus quando dorme
Ronca que nem um porcão

Eu sou pequenininha
Do tamanho de um bujão
desCarrego a caca no vaso
E pipi faço no chão!

Hihihihihi..." - Raqk

7/16/2004

Mãe Conhece Filho


Eu (comigo mesmo) - Acho que estou me sentindo mal... acho que estou doente...
Dona O. (distraída, depois de um tempo, trabalhando no computador) - Vai andar, vai caminhar...
Eu - Só se for em direção ao meu túmulo...
Dona O.(assustada) - Como?!
Eu - Eu digo que to passando mal e você me manda sair, caminhar... !?... só se for pra minha cova...
Dona O. - Ah! Larga de frescura!!! - volta a trabalhar...

nota de chlé de blog
imagem retirada de blog dudimaiarosa.blogspot.com/

7/14/2004

Animal Planet


"Mas um viado pintado é encurralado pelo grupo..."



Ri muiiito disso!!!


Isso tudo me deu saudades desse filme "A Companhia dos Lobos" (The Company of Wolves) - Direção: Neil Jordan - Distribuição: Flashstar

Sinopse: "Acontecimentos sensuais e violentos preenche os da adolescente Rosaleen (Sarah Patterson). Ela testemunha sua irmã sendo morta por um lobo.

Sua avó (Angela Lansbury) lhe conta histórias de lobisomens e dos perigos que ela deve esperar, especialmente de homens cujas sobrancelhas se encontram.

Os sonhos se intensificam à medida que escuta cada vez mais as histórias. Enquanto sonha, muitas das histórias se tornam verdadeiras. Ela amadurece, mas ainda é influenciada pelas histórias que escutou. Ao visitar a vovó ela segue à risca as recomendações de sua mãe para se manter no caminho traçado da floresta.

Durante a jornada, ela encontra um jovem caçador; ele é tão bonito que ela nem repara que suas sobrancelhas se encontram. Ele se vangloria dizendo que consegue chegar na cabana de sua avó antes do que ela. Se ele ganhar, seu prêmio será um beijo.

Rosaleen ao chegar só encontra a avó morta e o jovem caçador se transformando em um lobo."


Posted by Hello




7/13/2004

Papo de Anjos - segundo ato




Anjo1 - mas você arrota discreto ou faz aquele barulho estrondoso?

Anjo2 - eu sabia arrotar falando... não sei mais... era bom! Arrotava auto pacas falando coisas como; "vai tomá no cu!" ... era lindo, já fui aplaudido por isso.

Anjo1 - para, tô passando mal!!!

Anjo2 - hoje eu arroto silenciosamente, com educação, igual um morto vivo... demência social!!! Bosta!!! E depois -em q a gente evolui com a idade!!! Balelas!!!

Anjo1 - todos os meninos da minha sala na época de escola falavam arrotando, aquilo era o fim! E quando faziam campeonato de pum!? Ui!!!

Anjo2 - nunca fiz isso... Já fiz de escarro a distancia, ganhei todos! Peido só rolou uma vez, saca aquele interrompido que sai meio trec trec trec? Então, uma vez um professor tava me pagando um eXporro e eu soltei um desses no meio da bronca dele, ele quase enfartou, a turma riu de passar mau e eu fui pra secretária a ponta pés...

Anjo1 - mas esse não fede tanto!? Piores são os silenciosos, ui...

Anjo2 -não, só barulho... eu não peido fedido, eu não como carne...

Anjo1 - Também não como carne. Viu? Nascemos um para o outro, casa comigo?

Anjo2 - então, eu peido sempre bem, eu tomo chá de boldo, meu fígado ta sempre processando tudo bem, num fermenta nada em mim ao ponto de apodrecer... Eu já disse que caso!!! Peidaremos e arrotaremos na lua de mel durante os atos sexuais.

Anjo1 - ui, que tudo! sempre sonhei com alguém pra peidar e arrotar ao meu lado pra sempre.

Anjo2 - to dentro!!!

Anjo1 - tipo, não é impossível barulhos esquisitos durante o ato sexual... é meio constrangedor, mas acontece às vezes uns barulhos engraçados. O negócio é rir!

Anjo2 - ué... eu acho divertido pacas, sou de origem punk, sou um punk quase domesticado... Ódio!!!

Anjo1 - ora, veja pelo lado da elevação espiritual, do nirvana absoluto, pra isso serve o ato sexual, pra isso existe o kama sutra tudo com objetivos espirituais, mora?

Anjo2 - eu acho também! Gozar é uma dádiva que os deuses não tem!!!

Anjo1 - ah, não? Num sabia que os deuses não alcançavam o nirvana... eram os deuses astronautas?

Anjo2 - transcenderam... Pra gente chegar lá, temos que gozar muito! É por isso que fico gozando da cara dos otários!!! - hummm, infame essa...

Anjo1 - tá muito gozado esse nosso papo.

7/11/2004

Teatro do Absurdo

1º desato... Conrado de joelhos ao pé de uma mesa descalça


Gosto e faço gosto de poder viver sem cosméticos no meu nariz. Assim, eu tento ao máximo esfregar os olhos sempre a meia noite, pois de dia tenho febre. Contudo, conturbado de minhas diligenciais, assumo a queima roupa, a culpa do ferro verde... era fungo. Por isso, sujei a boca de tomate seco.

Mas não me furo de estar presente na parada de dois cavalos baios... Abaixo-me nas ruas, de vergonha sim! Mas é de outras pendengas... A febre diária me limita.

Constantemente esfrio as mãos com gelo e esquento o nariz com cosméticos... e por isso ando desgostoso... Nem toda hortelã, é menta, e, nem por isso, passarei minha vida inteira nessa janela fechada para fora e aberta para os lados. Ah, juro que um dia pulo e isso vai ser de rachar!!! Nossa como faz calor dentro desse saco de dormir em pé... Jesus!!!

7/09/2004

Acontece...


Eu sou cafonão mesmo!!! To feliz da vida aqui pois, enquanto trabalho, estou me acabando de cantar e fazer aquela dancinha com os braços pra cima ouvindo Xanadu, com a Olívia Newton Jhons - ninguém é perfeito! - e me sentindo feliz de mais!!! Saca macaca de auditório!? Pois é isso... to muito assim hoje... Acho que é o frio, sei lá!!! Me sinto vivo de novo, me sinto isso e aquilo que estão em todos os poemas dessa gente punhetera que escreve imbecilidades e saem na rua mostrando, querendo que a gente leia. Te juro que hoje eu não ligaria se um desses patetas me abordasse com um; "quer ler o que eu escrevi hoje?" Juro que não mandaria o pateta falar assim com a mãe dele, que eu não to aqui pra gastar minha vista com porcarias e essas coisas que já falei muito nessa minha vida de botequins freqüentados por abobalhados que pensam que são sensíveis e artistas.

Queria me vestir com roupas coloridas, usar gumex no cabelo, me sentir Tony Maneiro, ir a boate de mauricios&patrícias e rebolar ao som de Inex - Suicide Blond, só pelo mínimo de bom gosto...* - e dar cantadas do tipo, "eu já não te conheço de algum lugar?" Danças fazendo cara de sofrimento, tipo; "olhem como eu sinto a música!!!" To ridículo que só vendo!!!

Hoje eu to piedoso, doce, feliz!!! E por isso, hoje eu não saio de casa nem por todo dinheiro desse mundo. O mundo não merece isso...


*nota de chulé de blog:
Engraçado isso, não, porque o vocalista... Não!!! Sem piadinhas de mau gosto!!! Hoje eu não serei acido nem aqui.

7/06/2004

Papo de Anjos


Papo de Anjos


Anjo1 - Não entendo muito a cabeça dos homens, não consigo, já desisti. A maioria tem uma confusão doida lá dentro.

Anjo2 - Os homens falam a mesma coisa das mulheres

Anjo1 - Não sei .. acho que não falam não...

Anjo2 - Falam sim... que mulher é complicada que é isso que é aquilo, mas no fundo, todos são enrolados... é a vida. Outro dia eu tava pensando; esse mundo é o mundo do "tem que ter um", saca isso?

Não pode estar tudo muito bem, tem q ter um pra atazana... é fato. E a gente sempre acha que a vida dos outros é tranqüila e a nossa é um inferno... putz! É fato também!!!

canta:

" Foi assim
Eu tinha alguém
que comigo morava,
Mas tinha um defeito
que comigo brigava,
Embora com razão ou sem razão...
Encontrei
Um dia uma pessoa diferente
Que me tratava carinhosamente
Dizendo resolver minha questão
Mas não!

Foi assim
Troquei essa pessoa q'eu mora
Por essa criatura q'eu julgava,
pudesse compreender todo meu eu!
Mas no fim
Fiquei na mesma coisa que estava
Porque a criatura q'eu sonhava
Não faz aquilo que me prometeu...

Não sei se é meu destino...
Não sei se é meu azar...
Mas tenho que viver brigando!
Todos no mundo
Encontram seu Par
Porque só eu vivo
Trocando!?
S'eu deixo de alguém
por falta de carinho
por brigas e outras coisas mais
Quem me aparece
No meu caminho
Tem os defeitos iguais...
"

Anjo1 - Rindo!!!

Anjo2 - Rindo!!! É engraçada essa música... O Nome da música é "Foi assim!!!" eu acho...

Anjo1 - Ah, lembrei!!! Eu tenho essa música cantada pelo Chico Buarque, tenho o CD!!! É muito engraçada mesmo!!! Rindo... Caramba, essa você desencavou do fundo do baú. É velha demais! Rindo...

Anjo2 - Essa parte de "não sei se é meu destino, não sei se é meu azar, mas tenho que viver brigando!!!"... É muito engraçada!!! É muito genial, né não? É bem isso mesmo...

Anjo1 - É, essa música é sábia. Ninguém é perfeito, pelo menos não para sempre. Hoje eu estava falando isso com minha manicura - rindo!!! - se você achou a pessoa perfeita, é porque ainda não passou o tempo. Com o tempo acaba a imagem perfeita, ela dá lugar a uma imagem comum, como qualquer outra.

Anjo2 - É muito engraçada a ilusão que a gente tem que existe essa coisa de vida perfeita com jardins floridos e sem insetos... Eu rio muito disso, porque num tem ninguém que não cai nessa...

Anjo1 - Cair por ilusão é bom, até virar realidade - rindo!!! - bobeira isso de "coisa perfeita". Nada é perfeito, nem a natureza, nem os bichos. Vide aquele canal que matam os gnus, esqueci o nome.

Anjo2 - Discovery - rindo!!! - você é muito engraçada!!!! Sempre acabo rindo contigo!!!

Anjo1 - Nada, é só a verdade. Vai dizer que aquilo é perfeição? Acho que a minha vida é pra rir mesmo. Se eu levar a sério vou sair igual Kill Bill, matando adoidado! Ninja!

Anjo2 - Acho que o melhor é sair rindo de tudo mesmo, melhor coisa do mundo... tipo, não tem como mesmo!? Então, vou me divertir, saca? Eu posso tá numa faze negrona; incerta, insegura e cheia de coisas chatas, mas é isso aí, num vou deixar de rir por causa disse, nem ferrando... se num der pra rir, eu saio do cinema!

Anjo1 - Falou a verdade, se não rir nessa vida não vale ficar. Por isso q'eu vou sair hoje à noite com a S., coisas que me alegram, se não vou ficar velha, feia, cheia de varizes, meus cabelos vão cair e o resto também. Tô fora!!! - Rindo!!! - Ah, adorei teu texto. Vou botar um coment depois sobre o F1. lá. O F1. adora o Santana... ...vai entrar no quarto dele e do F2. que você vai ver se o Rock'n Roll morreu! Pelo cheiro, morreu outras coisas lá dentro, mas a música tá vivinha.

Anjo2 - É, o rock é meio fungo, mata, mas não morre...

Anjo1 - Eles ficam lá horas, tentando aprender os solos. A guitarra nas alturas, no distorcido, eu fico histérica!!! Porque repete muito, até aprender, faz parte, mas é um saco pra quem mora junto. Eu não tenho garagem pra fazer estúdio, mas também não gosto de desestimular. Tem dias q eu proíbo, como hoje. Se pegar na guitarra taco pela janela, já falei.

Anjo2 - Melhor que uma cadela gemendo a tarde toda, Anjo1, bem melhor... viu porque é melhor, você pode quebrar a guitarra na cabeça deles

Anjo1 - É ... com certeza! Você devia ir a casa desse vizinho, coitado desse bicho! Ele deve ter algum parente gnu na linhagem dele! Pensando bem, até que você me deu uma idéia boa!!!!

Anjo2 - Ela quer a rua, de onde ela veio... é isso, ele era da rua, ele quer dar as voltinha, o que ela queria era um pouco de comida e não ficar trancada num apartamento...

Anjo1 - Aí, nem me conta isso! Manda soltar esse cão, que gente ruim!

Anjo2 - O ser humano quer sempre prender o que gosta, uma forma de desafiar a morte, sei lá, idiotice

Anjo1 - Eu vou gritar aqui também, eu quero a ruuuuuuuaaaaaaaaaaaa !!! Idiotice!

Anjo2 - Tudo tem que tá na sua parede, na sua estante e durar pra sempre... Doido isso!

Anjo1 - Doido demais! Cara, você sabe q'eu não guardo nada. Dizem q'eu não sou apegada a nada, deve ser isso... Tudo acaba, pra quê?!

Anjo2 - A história dessa cadela é triste, acho que alguns cães acham q ela tirou a sorte grande e ela acha que a vida dela virou um inferno... punk isso!!!

Anjo1 - Não gosto de ver fotos antigas, não gosto de relembrar nada, o passado pra mim já foi, eu ando pra frente. Doido isso, também, mas é como eu sou. Eu estou do lado de quem acha que a vida desse cão virou um inferno. Ela devia ser muito mais feliz na rua, passando fome, mas livre.

Anjo2 - Acho que isso é progredir espiritualmente, pois o apego é uma forma de ancora pra uma felicidade que na verdade nem era tão feliz assim, todo mundo acha que no passado era legal, mas era chato também, como hoje, como sempre... É assim... Muda sempre, num da pra segurar nada. Sicrana que fala, é como pegar em peixes, em sabão, é só apertar e escorregam, vai embora...

Anjo1 - Sicrana entende das coisas... Acho que esse desapego assusta as pessoas, acho não, tenho certeza. Porque todo mundo gosta de viver em bando, tem que ter alguém, tipo obrigação. Fulana é uma! Não vai à esquina se não tem companhia, isso é o Ó. Você também é assim, não se apega? Não tem saudade do passado, não tem medo de perder a vida, tipo medo mesmo, a neurose da cidade que todo mundo tem?

Anjo2 - Sei lá, nem muito nem tão pouco, saca? Eu tenho saudades sim, às vezes até choro de saudade e me lamento das burrices que fiz no passado, e penso como seria diferente se fosse, mas sou desconectado também, não morro por isso, uma hora eu digo; "ah! Já era!" e vou enfrente... agora apego!?... hummm, tem coisas que gosto de ter, mas não ligo muito se não tiver mais... acho que sou muito relex também, e também acho isso não muito bom, mas... Caguei também!!! O que é bom nessa vida?! Tipo, grandes merdas também, não ser assim... acho foda é quando a gente tem a pilha de tentar consertar os outros, e isso eu não tenho, graças a Deus... O resto vai levando, um dia eu aprendo... ih, caiu!?



7/05/2004

"A Televisão me deixou Burro, muito Burro de mais..." - Titãs


Ontem eu estava vendo TVê e ouvi uma VDJ da MTV - quantas siglas!!! - dizer que o Rock'n Roll havia morrido, que era um ritmo que já era. Hoje, eu vejo Ana Paula Padrão dizer que o Rock'n Roll está é fazendo 50 anos e anda firme forte... A Rede Bolha até dedicou um espaço no jornal da noite só pra falar dele... Ele que Rita Lee dizia que a mãe dela sempre perguntava; "Quem é ele!? Esse tal de Rock'n Roll?!"

A moça da MTV disse que morreu mesmo e que tem muita gente que não sabe disse e nem aceita muito... mas, morreu! Eu sei o seguinte; eu nunca vejo um bando de guri se juntar dentro de uma garagem pra fazer qualquer coisa que não se pareça muito com o defunto que, segundo a Rede Bolha, ta é vivo...- e isso rola até hoje, vamos combinar!? - só que, o argumento da VDJ da MTV era forte! Pô, o Rock'n Roll começou de um jeito que era diversão pura e foi virando uma chatice a ponto de ficar completamente diferente... Se deixassem nas mãos dos magos da guitarra, virava música clássica de 3ª categoria! A sorte foi que eles envelheceram muito rápido, estudaram muito e acabaram fazendo blues e jazz de última... Claro, os que sobreviveram.

Eu sei o seguinte, o Rock'n Roll era um ritmo debochado e muito divertido que contribuiu muito para a liberdade das pessoas e foi muito avacalhado pelos babacas da mídia e da máquina que são as gravadoras. Dele, só sobrou uma coisa, o desejo de fazer uma banda e ganhar muito dinheiro, fama e condição de se achar o dono de tudo. Pra mim, o Rock'n Roll morreu assim, justo quando nasceu para a mídia, ou seja... e... como eu não Antônio Jabor - to ficando tão chato quanto ele - paro por aqui, pois estou me fudendo se o Rock'n Roll tá vivo ou morto, até porque, eu tenho tudo em discos, que comprei...

"shirley diz:
enquanto houver um moleque espinhento e punheteiro com uma guitarra fodida na mão tocando numa garagem fétida o rock´n´roll não terá morrido!!!!"

7/04/2004

A Pão e água


Aí, antes de qualquer coisa - vou te enganar não - mas, mais um fim de semana chato como esse e eu desisto de tudo... né brincadeira não!!! Só que nem é disso que eu ia falar - até porque, se fosse, eu não escreveria uma linha - o que quero dizer mesmo é sobre uma coisa que aconteceu há tempos e se repetiu hoje... coisa engraçada.

Pois Dona O. tem mania de viajar e eu sempre fico aqui, esperando ela voltar. Sou um bom filho, não dou festinhas de arromba, pelo contrário, arrumo tudo pr'ela chegar tranqüila e viajar tranqüila também.

Um dia, eu tava com DJG aqui, resolvendo umas pendengas de computador e o escambau e já meio que chegava a hora de Dona O. voltar de uma dessas viagens. Como bom filho que sou, parei com tudo que tava fazendo e fui na padaria para compras às coisas pro lanche dela. DJG foi comigo o que foi o meu dilema!

Chegando na padaria eu peguei a água com gás e pedi dois pães, dei uma olhada pra ver se tinha outras coisas e, não vendo nada - pois já rolava queijo, leite, café, manteiga e presunto na geladeira - fui pagar, o que fez DJG sair da padaria indignada e me esperar com uma cara tenebrosa de pura reprovação do lado de fora.

Eu - Que foi, besta? Tá olhando o que?
DJG - Você não tem vergonha, não?!
Eu - De andar com tipos como você? Quase morro...
DJG - Num desconversa, não, seu... seu... Eu não tenho palavras pra te definir... Onde já se viu, tratar a própria mãe assim...
Eu -Assim como?
DJG - A pão e água!!! Que vergonha...

E hoje já fui eu a padaria para esperar Dona O. chegar, a pão e água... Melhor ouvi essas coisas que ser surdo, né verdade?

7/02/2004

Nossa, tem uma nova estrela no céu!!!




"Lembrei de vc hoje ao ler o jornal com a notícia sobre o Marlon Brando.
"Brando não foi só um ator, nem um ícone de seu tempo. Foi de uma só tacada um formidável monumento do cinema e a perfeita expressão do destino tortuoso dessa arte corrompida por seus milhões de dólares." (do Inácio Araújo, na Folha SP)" - Shirley Rox
Fluxo...




para Dona Esther

7/01/2004

Num vou mais passá Raiva!!!


Eu fico descobrindo bizarrices na minha mente, aí da vontade de escrever, só que eu fico rindo igual um idiota e não consigo escrever direito... Também, é quase uma vida inteira de se meter em roubadas e bestialidades do gênero.

Que nem quando eu Raqk e Lu fomos arrastados para a festinha na casa de G. Sei lá o que aconteceu naquele dia, mas, sai de casa para beber no bar e assim ficar até a hora de voltar pra casa, só que nesse intere, G. passou no bar e disse; "...vamos todos para minha casa!!!" Meia dúzia de gurizada doida se empolgaram e foram, mas nos arrastaram e eu, como sempre, fui reclamando e rindo do bar até a casa de G. - que era um sobrado, meio que caindo aos pedaços e cheio de coisas modernas espalhadas pelos cantos para impressionar as visitas... Ou seja, nós mesmos! E a gente se impressionou mesmo... Principalmente eu e Lu quando abrimos a geladeira e vimos uma garrafa de Martine e viramos ela inteira cantando opera na cozinha!!! - pra não ter que ouvir mais aquela música moderna repetitiva que já meio que tava dando no saco a muiiito tempo - A Lu achou um pacote de canudos coloridos e enfiou na cabeça e ficou desfilando até encontrar uma mascara de ET de plástico na parede... gritou logo; "Que Fashion!!!" e eu vendo aquilo gritei logo; "Levem-me ao seu líder!!!" e assim foi a noite inteira, ou quase, pois uma hora lá, o cachorrinho imbecil de G. - muito parecido com o dono, dissimulado - avançou na minha roupa e rasgou minha camisa... Eu acho que não tinha feito nada, mas não me lembro de tê-lo matado após isso - o que foi muita sorte dele - mas, passei a festa inteira atrás do cão gritando; "Eu não vou mais passá Raiva!!!"

E assim foi, sempre que dava de cara com alguém eu dizia, "Leve-me ao seu líder!" e sempre que via o cachorro eu berrava; "Eu não vou mais passar Raiva!!!" e, graças a bebida, isso foi se embolando na minha mente ao ponto d'eu confundi tudo e fazer o G. prender o cachorro e olhar pra gente com muiiito alívio assim que nos viu ir embora...

Mas ele não perdeu a pose. Olhou pra gente e falou; "Voltem sempre que quiserem!" - com aquela alegria de quem acha que saiu por cima... Mas eu disse logo; "Opa!!! Ele mandou a gente voltar!!! Eu ouvi isso... A festa começou de novo!!! Bora lá pra dentro!!!" - claro que as pessoas me arrastaram dali e tiveram que ficar me ouvindo gritar no meio da rua que nunca mais eu iria passar raiva!!! Sabe que eu acho que nunca mais passei mesmo... Minha raiva se foi junto com a camisa rasgada pelo cão de outro planeta...