O patinho tavu na lagoa... O Menininho tavu na canoa... Se eu fosse uma brabuleta.... Pegavu ele e butavu na maleta....

1/09/2009

Como eu Ando Andando



É algo muito doido de se escrever, quase uma confissão, de tão constrangedor, mas acontece.

Então, ontem fui na casa de ST pra uma comemoração legal e perdi tudo! É, perdi porque passei mau e tive que voltar pra casa, agora não sei se passei mau ou se ando mau mesmo e simplesmente está se refletindo o interno no externo... e o que mais me intriga foi exatamente o que aconteceu ontem comigo.

Foi uma cena de filme até, foi doido! Eu andava pra ir na casa da tal celebração tranquila e, ao virar a esquina vi um cara do outro lado da rua andando com uma menina. Ele tava com uma roupa listrada e uma calça sem cor alguma especial, e ele me viu virar a esquina - andavam do outro lado da rua - e ele ficou me olhando. Eu fiquei tentando cagar para o fato mas o cara me fixou de um jeito que não teve como eu não olhar, nem se fosse pra saber o que estava acontecendo uai.

Mas nem precisou de pergunta nenhuma, de repente ele começo a imitar o jeito que eu andava e isso olhando sério pra mim, com a cara que eu carrego, com a cara carrancuda e um jeito de urangotando com parquison de andar. Uma coisa horrivel, mas eu entendi!!! Me vi nele, como os espelhos dos mímicos!!! Eu detesto os mímicos!!! Aquele menino, ao quase cruzar comigo, no outro lado da calçada, me remedou de forma tão perfeita que parecia um espelho!

A guria que estava com ele o estapiou numa de, "para pateta! vai tomar porrada!" e ele então voltou ao normal dele, com a elegância dele, de um ser normal, sem problemas, normal... e me deixou lá, com a minha aparência espelhada na minha cara que fez crescer muito meu enjôo!

Sim, eu ando enjoado de mais! Enjoado mesmo... enjoado de tudo, de beber de mais, de beber de menos, de fumar cigarros, de não fumar, de chorar sem saber porque, de não chorar tendo mil motivos pra isso!!! Sim, eu ando enjoado de andar, de não ter que pra onde andar... sei lá, eu andando daquele jeito do outro lado da calçada me deu um mal estar fudido! Não sei se agradeço aquele menino mímico ou desejo que um caminhão da coca cola desgovernado o esmague! A minha implicância com mímicos aumentou muito aí...

Nenhum comentário: