O patinho tavu na lagoa... O Menininho tavu na canoa... Se eu fosse uma brabuleta.... Pegavu ele e butavu na maleta....

4/04/2008

Machadinha



A dois passos da minha casa no segundo piso de uma longa loja de tecidos vermelhos e abóboras, há uma delicada machadinha xamânica que o dono de tal loja não vende pra ninguém.

Algumas vezes eu olhei pra esse objeto e nunca, mas nunca mesmo, pensei em comprá-lo. Só o admirava mesmo. Achava-o rústico...

Sabe, um dia na minha infância em me vesti de índio no carnaval e ficava andando pela praia e, ao invés de pular carnaval, eu dançava como águias e me divertida no personagem com uma machadinha de plástico cinza. Me lembro de um guri que veio no meu encontro e falou:

- Hoje é carnaval cara, é pra se fantasiar de bate bola como todo mundo! Isso aí que tu tá fazendo é ridículo...

Foi justamente nesse momento que descobri que jamais seria um folião, como jamais fui... Mas ao olhar a machadinha no fundo da tal loja percebi que também jamais fui mais um e sempre fiz o que eu realmente tava afim de fazer...











Sim, e daí?!

Nenhum comentário: