O patinho tavu na lagoa... O Menininho tavu na canoa... Se eu fosse uma brabuleta.... Pegavu ele e butavu na maleta....

7/25/2006

Faço Paredinha





Não se trata de pedreiros da boneca Barbee e sim de gente estranha que acha que escorregar por uma parede - como coco mole - é uma força legitima de se fazer valer o sofrimento contido dentro do ser. Expressão pura e simplesmente... nada além...

Mas aí eu lembrei do Bimbo. O gato laranja que morou aqui em casa e um dia fez uma paredinha na porta. Vou contar:

Ele adorava correr as extremidades do apartamento em forma de "U", como um doido a 100 por hora sem medo de ser feliz. Fazia isso com um pique de velocidade incrível e eu ficava vendo TV num sofá, que ficava encostado na parede no caminho, como numa arquibancada da Interlagos.

E ele passava como uma bruma laranja... zummmmm!!!... Ninguém segurava o Bimbo, O Empolgadão!!!

Um dia uma das portas, a do lado esquerdo do sofá, se fechou com o vento... eu tentei abrir - juro, apesar disso não ser do meu feitio, eu tentei abrir - mas não deu tempo. Ele deu te cara na porta e, a velocidade era tanta qu'ele bateu na metade da porta e foi escorrendo como um ovo estrelado jogado na parede... INCRÍVEL!!!

Foi a paredinha mais dramática que já vi, e, o pior foi o depois, ver aquele gato olhando para aquela porta tentando entender como aquilo apareceu ali e fazendo uns miaus murchos, tristes e tentando dividir um olhar comigo que, por não ser uma boa pessoa, me escangalhava de rir da cara dele... claro!

Nenhum comentário: