O patinho tavu na lagoa... O Menininho tavu na canoa... Se eu fosse uma brabuleta.... Pegavu ele e butavu na maleta....

3/19/2006

Aleatório e Descartável



Deu vontade de escrever hoje coisas que me vem a mente, nesse exato momento e que podem não ter nenhum significado real ou de nenhuma serventia, nem pra mim, nem pra ninguém.

Eu gosto das tempestades elétricas, adoro o barulho de raios e a cor das nuvens. Curto ver a tempestade chegando ameaçadora, nossa, isso me faz vibrar com uma alegria quase histérica. Eu adoro olhar o vendo levando as coisas, principalmente as coisas que se deixam levar. Hoje mesmo vi um plástico, branco bailando tranqüilo, com o fundo cinza metálico das nuvens carregadas. Me parece sábio não resistir e até aproveitar as forças que te levam, sabe-se Deus pra onde. Quando que outros plásticos poderiam ter a chance de bailar conforme o vento? Sei lá...

Nem sei se os plásticos pensam nisso...

Coisa que mais odeio na minha vida são dias sem vento, céu azul sem nuvens. Tudo parado. Parece morte. A ação desgraçada da inércia aparente me da um desgosto, uma sensação de perda de tempo. Parece que estão me obrigando a ver uma fotografia que eu - particularmente - abomino. Odeio esse tom de azul que dura estático durante muito tempo nos dias sem vento. Pra mim, o inferno tem a cara do paraíso e por isso, neguzinho mordeu a maça sem pestanejar.

O problema é que o conhecimento comido pela fruta, não nos faz inteligentes, porque nada na vida é fácil... A gente virou mesmo, uns atormentados. (menos Shirley Rox, que conseguiu seu conhecimento por esforço e merito e hoje é uma espécie de Diva do Jornalismo com louvor e mérito)

Bem, eu havia escrito que tudo que escrevi hoje nem serviria pra porra nenhuma. Então nem adianta reclamar... Quem mandou ficar lendo coisas de gente que acha que saco plástico pensa? Não sei o que me fez pensar assim... acho que foi porque eu li "Memória de um Cabo de Vassoura" quando era criança... ou porque sou doido mesmo... vai saber, né?


"Ei! Tá ligado? Quem não pensa é a minha escova de dentes." - Saco Plástico

Obs: Vou te falar que a culpa não foi minha... juro!

Nenhum comentário: