O patinho tavu na lagoa... O Menininho tavu na canoa... Se eu fosse uma brabuleta.... Pegavu ele e butavu na maleta....

11/24/2005

La Tolemada



Dona O adora essa expressão, nem sei se ela existe mesmo e, como não tenho intimidade com o cunho vernáculo, nem posso falar nada. Sei que ela sempre se chama de "Tolemada" quando faz coisas como essa que vou relar agora:

Ele chegou da rua vermelha de tanto que riu, pois, não foi que ela entrou no elevador, de um prédio comercial e deu de cara com um homem que, segundo ela, jurou ser um amigo que ela não via a tempos. Então, abriu um sorriso, e mandou um: "Nossa, quanto tempo!?"

O tal senhor, mas corteis e simpático que o normal, mandou um: "Como vai a senhora?" e assim passaram a curta viagem no elevador a papear amenidades do tipo: "que calor infernal!" e coisas do gênero.

Dona O até notou que tinham outros homens, com cara de segurança, que não tiravam o olho dela, mas pensou serem amigos do seu grande amigo de muito tempo. Quando saíram do elevador, o tal senhor, olhou pra ela e deu uma piscadela amigável - parecida com o smail do msn - e se foi. Ele respondeu com um tchauzinho e continuou só no elevador até explodir em gargalhadas...

Dona O tinha se tornado muito amigo de, nada mais nada menos que Senhor Roberto Jéferson!!! E por isso, chegou em casa vermelha de tanto rir - e de calor também, porque, puta que pariu, isso aqui é um inferno!!! - e se chamando de Tolemada!!!

Nenhum comentário: