O patinho tavu na lagoa... O Menininho tavu na canoa... Se eu fosse uma brabuleta.... Pegavu ele e butavu na maleta....

3/04/2005

Lacme



O meu espanto foi grande...
Eu coloquei o fone de ouvido e fiquei procurando nas rádio do avião algo pra se ouvir, ai, para minha surpresa, eis que começa a canção que eu já curti muito, em tempos atrás... Lacme!(não sei se escreve assim mesmo)

Sei nada de nada sobre essa música além da explicação que a que vi em "Fome de Viver". Justo quando a Vampira resolve seduzir sua nova companheira de séculos de solidão e imortalidade. As desmanteladas do amor...

Pra quem não viu o filme, posso aqui dar a minha versão dessa história encantadora que levou a uma pobre mulher dar seu próprio sangue.

Era assim;

No Egito, há muito tempo, em uma parte do castelo construída para que as águas do Nilo pudessem invadir e assim formar uma piscina natural, uma Princesa (não me lembro se era princesa ou rainha) ia sempre se banhar lá, com sua escrava predileta.

Enquanto banhavam nuas, nas águas do Nilo represadas em uma piscina de pedras, elas se acariciavam delicadamente e cantavam essa canção... Lacme... Vaziam isso como um ritual, secretamente... religiosamente... e assim iam aproveitando as delicias de um banho cheio de volúpia e serenidade.

Assim, o som das vozes que cantavam no banho, se espalhavam pelo castelo adentro, ressonavam nas paredes e enfeitiçavam as pessoas que ali moravam.




Espero que um dia eu escute essa música de novo, não consigo pegá-la na net...

Nenhum comentário: