O patinho tavu na lagoa... O Menininho tavu na canoa... Se eu fosse uma brabuleta.... Pegavu ele e butavu na maleta....

5/31/2004

Finalmente vi a LUZ!



Depois de tanta procura, fussando todas as estantes, achei!

O Livro pr’eu ler!!!

“Memorias de uma Gueixa� - de Arthur Golden

É um livro sublime cheio de imagens e muiiito poetico. Dentro de tudo aquilo, que é barra pesada, a narativa é sempre doce como alguém que te estrangula com um lenço de seda... Bem divertido de ler! Uma delicia e super bem traduzido pela Lya Luft!

To feliz igual pinto no lixo!!! To no começo ainda, depois mando mais detalhes...

Vi o filme do Pedro Almodovar; La Mala Educacion, uma obra estranha! Genial mesmo, o cara te leva por um caminho hitcoquiano que é de perder o folego; Achei o filme um pouco constragedor também, mas é bom! O pior do filme foi sair do cinema sem uma idéia clara de quem era bom ou mau, sem poder de julgamento, me senti meio santo, a principio, e depois um demônio sem coração... filmaço!

Saimos, eu Raqk e Deedee pra uma noitada pela cidade e passamos uma noite mistica. Estavamos rodando, como ventiladores de teto, sem achar um buraco pra cair, até que nos jogamos em um que ia nos tirar os olhos da cara! Fugimos a tempo de dar de cara com 3 figuras gays, sendo que uma andava com uma luz piscando no bolso de tras, uma bicha vagalume, presumi... De alguma maneira achei que aquilo era o sinal e disse; “Nenhuma bicha sai de casa piscando pra voltar pra casa, a festa é por ali!� Seguimos a bicha e, quando olhei pra tras vi que um monte de garotas doidas faziam o mesmo... Não paramos, mas a bicha era rapida e ficou longe... muitas vezes pensamos em desistir, somos pessoas de pouca fé, so que ela piscava e, mesmo com nossas milpias podemos ver ela entrando num buraco; É ali! – eu disse, e la fomos nos seguindo o sinal e cantando a musica da Narina Virge!

Entramos num café, sentamos numa mesa que parecia estar esperando a gente, e tocava Like a Prayer da Madonna... Saca; “ life is a mysteri...�? Pois assim foi, a Bicha Vagalume sumira, e no bar, não se passava nada... Bebemos chops e voltamos para Clotilde – carro da Raqk – passamos pela xepa Chatellèe, que é bem ninguém merece e, nos perdemos de modo que fomos parar quse na Torre as tres horas da manhã! Raqk tinha comido um grego – sanduwist - que não lhe bateu bem... putz! Foi duro chegar em casa... Mas a vida é assim mesmo, tudo serve pra gente aprender, ou seja, quando ver uma bicha com o rabo piscando na rua... SEGUE E NÃO PERDE DE VISTA!!! Com certeza, a festa é por ali!!!

Nenhum comentário: